O 2º domingo do Advento

molde_banner_principal_site_ruybarbosa5-01

O profeta Isaías é um personagem marcante na história do povo de Israel, sua boca transmite a mensagem de Javé, que promete a vinda do Messias, o Emanuel, quer dizer Deus conosco.
A mensagem do profeta é de esperança, consolo para o coração aflito, angustiado, oprimido e sofrido, condicionado pelo tempo e a história. Como está se organizado o sistema político e sócio-econômico da sociedade? Como está a nossa relação com Deus e humanidade? A boca do profeta diz que o Messias, prometido pelo Senhor, chegará aos corações, pois

“ele não julgará pelas aparências que vê nem decidirá somente por ouvir dizer. Mas trará justiça para os humildes e uma ordem justa para os homens pacíficos; fustigará a terra com a força de sua palavra e destruirá o mau com o sopro dos seus lábios”.

A Palavra do profeta é cheia de encanto, que entusiasma o coração, impulsionando-nos a viver na fidelidade da aliança com Deus. Afastando-nos do mal, que é passageiro e não definirá o tempo presente do qual virá.
A segunda leitura continua. Paulo reafirmando a primeira, diz que tudo que foi escrito pelo profeta Isaías, foi escrito para a instrução, que orienta o coração, que se encontra à deriva do mal, contudo, hoje, os maiores males da sociedade são: corrupção da política e violência .
Paulo em sua carta procura comunicar a comunidade qual é a finalidade do crente: ser fiel e viver na constância, confortando-se espiritualmente com a Palavra, na firme esperança que em breve julgará os maus e justificará os bons, que vivem na lei do Senhor e sua verdade. Com isso, é assim que alcançaremos a vitória. Paulo incentiva os cristãos para a unidade, em um só coração e uma só voz, embora sejamos diferentes, para que as nossas boas obras glorifiquem o Senhor Jesus, para que tudo que realizamos não seja para confirmarmos que somos bons, contudo, a nossa bondade, generosidade, serviço, justiça, amor e esperança tem a sua razão de ser em Cristo.
No Evangelho de Mateus aparece outro personagem central, marcante do segundo domingo advento: João Batista, o precursor, que é o último dos profetas. O evangelista Mateus relata que João Batista era um profeta. Onde e como ele vivia? Vivia no deserto. Como se vestia? Usava roupa feita de pelos de camelo e um cinturão de couro em torno dos rins; comia gafanhotos e mel do campo. A morada do profeta era em torno do Rio Jordão, porque além de pregar a conversão, dizendo: preparai o caminho do Senhor, endireitai suas veredas. Ele também concluiu o tempo do profetismo, indicando o cordeiro de Deus, o Messias, que tira o pecado do mundo. A mensagem principal do profeta João é de conversão. Ele dizia: “convertei-vos, porque o Reino dos Céus está próximo”. João realizava o batismo de conversão com a água, mas dizia: virá um outro, o Senhor, que vos batizará com o Espirito Santo.
A conversão anunciada por João está vinculada a mudança de vida, que a promove a partir do encontro pessoal com Jesus e realiza sua obra, que é testemunha, que comprova a conversão do coração humano e da mente. Portanto, vejamos que o profeta em sua mensagem é humilde, deixando claro, que não é ele a centralidade do anúncio nem a atenção, ele é apenas alguém que recebeu a missão de anunciar a conversão à luz da Palavra, que nos leva a encontrar e experimentar a pessoa de Jesus, do qual nasce a missão, o anuncio e o serviço em todas as dimensões da vida, que produz frutos para glorificação do Senhor e vitória dos que creem.

Texto: Pe Edson Batista Medeiros
(Missionário da Arquidiocese de Salvador em Missão na Diocese de Ruy Barbosa)

Liturgia Diária
Parceiros que nos apoiam
Curtam Nosso Facebook
Cúria

No CTL (Centro de Treinamento de Líderes) de Ruy Barbosa Rua Antônio Novais s/n, Folga, Ruy Barbosa.
(75) 3252-1001

Economato

Segunda a Sexta Feira das 09:00hs às 12:00hs e 14:00hs às 17:hs.
Tel. 075/3252.2106

Chanceler

Atendimento na Quarta Feira das 09:00 hs às 12:00hs.
Tel. 75 99234 0257 / 99820 5286